Paixão doentia

Gente, estava observando o comportamento das mulheres quando estão apaixonadas. A maioria fica tão desequilibrada que parecem não prestar atenção em mais nada, ficam olhando pro nada com a boca aberta e completamente cegas. A paixão exagerada é um sentimento que parece ser tão bonito quando lemos uma poesia, assistimos a um filme ou lemos um romance. Mas isso é ilusório. A mulher não se apaixona pelo homem, ela se apaixona pela projeção que faz dele. Ou seja, ela vê qualidades que esse homem não tem; distorce e interpreta mal as palavras ditas por ele; constrói um castelo de areia que vai desmoronar a qualquer momento.

A mulher apaixonada não consegue imaginar a vida dela sem o outro e passa a fazer loucuras para ter a companhia dessa paixão. Ela pensa que é proprietária desse homem. O ciúme fica doentio. E ciúme não é sinal de amor. A paixão deixa a mulher num estado de ansiedade e medo permanentes. Ela fica grudada no celular esperando qualquer contato. O facebook é virado do avesso a cada minuto. A mulher começa a ficar chata, chiclete, carente e com cobranças insuportáveis. Como ela vai conseguir viver sem esse homem? Ele está na vida dela há dois meses, mas ela pensa que vai morrer se ele terminar a relação.

Muitas vezes perguntei a elas por que eram tão apaixonadas por tais homens. Todas davam características que eles tinham e que elas GOSTARIAM de ter. Por exemplo, uma gostava da coragem do cara e era uma medrosa; a outra gostava da segurança dele e era uma insegura. E assim, fui percebendo que as características que gostavam neles, eram características abafadas por elas. Algumas mulheres reprimem certas características pra fazer bonito pro outro, pra agradar ao outro. E com isso, se esquecem de olhar para si mesmas. E quando a mulher se esquece de si para interpretar um papel de mocinha perfeitinha pro outro, ela se esborracha no chão. Sim, essa é a chave para o homem se desencantar de você. Não vou parar de dizer: olhe para você, observe suas sensações, não perca sua dignidade, estude, conheça pessoas novas, mantenha suas amizades, não faça do seu namoro o centro da sua vida!

A paixão exagerada é uma projeção que acaba de repente, é algo passageiro. Diferente do amor, que é tranquilo, calmo, você sente paz com a pessoa e não há monopólio. O outro te admira pelo que você é, não existem cobranças, há companheirismo e não há necessidade de ficar grudada no celular porque você tem certeza de que ele vai te ligar. Não há ciúme doentio porque você confia em si e no outro. Não há cobrança porque não há carência, cada um tem os centros de interesse respeitados mutuamente. Repare se você está vivendo uma paixão doentia e enxergando amor onde só há carência.

20131120-224546.jpg

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

3 respostas a Paixão doentia

  1. “A mulher não se apaixona pelo homem, ela se apaixona pela projeção que faz dele. Ou seja, ela vê qualidades que esse homem não tem; distorce e interpreta mal as palavras ditas por ele; constrói um castelo de areia que vai desmoronar a qualquer momento. provavelmente o texto mais verídico que já li sobre este assunto!

  2. andreia diz:

    Pri,

    Esse foi, na minha opinião, o melhor texto que vc já escreveu.

    E eu li todos eles!!!

    Se eu pagasse 100 psicólogos, eu não teria uma ajuda tão boa.

    Obrigada

    Andréia.

Fala que eu te escuto!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s