Capítulo IV

A aprovação foi alcançada pelo casal de namorados. Beto também passou, raspando, mas passou. Os dois comemoraram e, apesar das brigas e agressões, eles tinham alguns momentos de “paz”. Os primeiros dias na faculdade foram incríveis para os dois. Eles faziam cursos diferentes em prédios distintos, o que permitiu a Kathe maior liberdade para amizades. Lea também estava na mesma universidade e Beto não permitia que as duas se encontrassem sem que ele estivesse junto.

O curso de Beto era predominantemente masculino e muitos estudantes olhavam muito pra Kathe, que já estava mais mulher, apesar das repressões de Beto. Os meses se passaram e Beto começou a colocar as manguinhas de fora. Ele havia conseguido um estágio e ficou muito popular lá. Nomes de meninas e novas amigas apareceram na agenda dele. Beto provocava e Kathe entristecia. Os estágios que ela tentava não davam certo e ela nunca era chamada para nada. 

Para aproveitar o tempo e esperar o namorado, Kathe passava as tardes estudando na biblioteca central da universidade. Lá, um rapaz alto e loiro começou a olhar para ela. Kathe sentiu um frio na barriga e a respiração ofegante. Ele realmente era muito bonito e estava olhando pra ela. No dia seguinte, Kathe foi mais arrumada para a biblioteca e o moço alto estava lá, estudando e dando umas olhadas nela. Uma semana se passou e os olhares discretos continuavam. Ela gostava daquela sensação e as provocações de Beto não faziam mais a menor diferença.

Ela precisava sair da biblioteca um pouco antes do Beto chegar para não ser vista com o namorado. E assim ela fazia, todos os dias. Kathe tinha medo do loirinho desistir quando soubesse da existência de Beto. Ela estava nas nuvens e era muito bom ser paquerada e sentir o coração disparar ao encontrar com alguém que ela nem sabia o nome.

Era sexta-feira e Kathe estava bem concentrada num trabalho que ela tinha que entregar. A matéria era trabalhosa e bem difícil de entender. Com a cabeça cheia, Kathe terminou o trabalho e resolveu comprar um pão-de-mel na lanchonete. Quando ela voltou, o loirinho estava perto da mesa dela e deixou um papel.

Era um poema, lindo… suas mãos trêmulas não deixavam que ela se concentrasse e ela só enxergou o e-mail dele no final da folha. Kathe estava corada de vergonha, arrumou seus livros, guardou a folha e saiu da biblioteca. 

No sábado, Beto tinha o hábito de convidar Kathe para ficar com ele em sua casa, jantavam e assistiam algo que na tevê. Mas naquele dia ele disse que sairia com o pessoal do estágio e nem a convidou. Disse que ligaria mais tarde, mas esqueceu. Voltou de madrugada, bêbado e dormiu no sofá.

Kathe estava em dúvida se mandava e-mail para o loirinho ou não. No domingo, ligou para sua prima mais velha, Ester, e  contou o que estava acontecendo e a prima respondeu:

– Kathe, você só vai responder, não tem nada de errado nisso. O Beto nem vai ficar sabendo e ele está merecendo! 

Kathe estava insegura, mas resolveu escrever, no domingo, a seguinte mensagem:

“Olá, Luciano. Td bem? Meu nome é Kathe e fiquei feliz com o poema. Obrigada, é muito bonito. Bjs”

Luciano estava almoçando e seu coração disparou quando viu o e-mail de Kathe. Respondeu depois de 5 minutos pedindo o número dela e eles tiveram uma agradável conversa. 
O que será que Kathe vai fazer? Ela deve abrir o jogo e dizer que namora? Essa sensação da paquera é muito boa, não ? Compartilha comigo as experiências de paquera que vocês já tiveram!
Cursos em áudio:

1) “Postura após término de namoro”(r$ 10,70)

2) “Aprendendo a ter ‘sorte’ no amor” (r$ 7,10)

3) “A importância da energia” (r$ 9)

Consultorias personalizadas, mandar email para: dominarumhomem@gmail.com

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

7 respostas a Capítulo IV

  1. Duda diz:

    Amando essa historia kkkk, quero compartilhar aq q preciso d sensação d paquera na minha vida e tão gostoso ne mais o universo so me manda idiota q so quer sexo o q eu faço pri????

  2. Pisciana diz:

    Já aconteceu comigo! Quando eu e meu atual companheiro nos conhecemos trocamos “cartas” via e-mail (enormes… rsrs… 1h30 todos os dias escrevendo) durante 2 meses sem nem mesmo nos vermos… Nos conhecemos numa Instituição em que eu estudava e ele era o professor. Posso dizer que nos encontramos! Já são 3 anos de parceria. Aliás, ingressei na graduação e ele no doutorado (mesma universidade em campus diferentes da cidade), acabamos vindo morar juntos… Tens dicas para mulheres que dividem apartamento com o parceiro, Pri?

    Beijos doces!

  3. Carol diz:

    Priii!
    No final do ano passado comentei aqui no seu blog sobre um “término” com um rapaz, mas que eu continuei firme na minha decisão e você também concordou com a minha postura, fui até o final.
    Depois de tanto chorar e sofrer, eu sempre acabo levantando e sacudindo a poeira, e dessa vez não foi diferente.
    Encontrei uma pessoa maravilhosa, estou muito feliz e realizada, foi tudo inesperado e parece que o universo conspira quando você decide olhar sempre pra frente!
    O ex pediu uma moça em namoro no mesmo dia que o meu namorado me pediu, foi logo em seguida.
    Mas fico feliz que ele esteja bem.
    A questão é que semelhante atrai sempre semelhante, é incrível como meu amor veio de repente.
    Meninas, não sofram por quem não merece, tudo tem um motivo e vai servir para amadurecermos.
    Bjs prii

  4. Kaka diz:

    Pri acompanho você a tempos e te admiro muito, tenho uma dúvida que venho tentando descobrir a tempos, sempre tem alguns caras interessados em mim (cafajestes e não cafajestes) isso é resultado da minha autovalorização? Porém porque eu sempre me interesso pelos cafajestes a algo que não estou me valorizando direito, parece que o problema sou eu, que nunca estou satisfeita?

Fala que eu te escuto!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s